20/12/2011
Santa Casa divulga estado de bebês siameses de Anajás
Diminuir fonte Aumentar fonte
Da Redação
Agência Pará de Notícias
Cristino Martins/Ag. Pará
A diretora assistencial da Santa Casa, Neila Dahas: bebês passam bem e recebem todos os cuidados necessários da equipe especializada do hospital
Cristino Martins/Ag. Pará
A entrevista coletiva para a imprensa divulgou o estado clínico e de saúde dos bebês, que chegaram à Santa Casa nesta terça-feira (20)

A Santa Casa de Misericórdia divulgou durante entrevista coletiva nesta terça-feira (20) o estado clínico das crianças siamesas que chegaram ao hospital e foram internadas na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal por volta de 13 horas. Os bebês nasceram segunda-feira (19), em Anajás, na ilha do Marajó, e foram transferidas no dia seguinte para Belém por apresentarem uma anomalia genética que faz com que ambos dividam um único corpo.

Durante a entrevista, a diretora assistencial da Santa Casa, Neila Dahas, informou que os bebês seriam gêmeos idênticos, mas acabaram nascendo acolados, por causa do atraso na divisão celular, que só aconteceu após o 13º dia de fecundação, ocasionando a anomalia. “É importante entender que são duas crianças e não uma criança com duas cabeças. Elas já foram submetidas a uma bateria de exames, que constatou que ambas têm cérebros distintos e duas colunas, mas dividem os outros órgãos”, explicou.

Os bebês nasceram com saúde e mamaram, segundo o relato da mãe, Maria de Nazaré, de 23 anos, que já é mãe de três filhos e disse ter feito todo o pré-natal, exceto a ultrassonografia. O exame foi feito somente na hora do parto, quando foi constatado que ela carregava duas crianças, e não apenas uma, como acreditava.

Os meninos receberam os nomes de Jesus e Emanuel. Um deles apresenta dificuldades respiratórias e precisa de cuidados especiais, mas o outro passa bem.

Segundo Neila Dahas, ainda não é possível saber como será o desenvolvimento desses bebês e nem como a saúde de um afeta a saúde do outro. Também é muito cedo para se falar em cirurgia. “Temos muito pouco tempo para fazer qualquer tipo de avaliação. É impossível tomar qualquer decisão com relação a uma cirurgia, tanto por aspectos físicos quanto éticos. No momento estamos nos preocupando em fazer todos os exames e assistir essas crianças”, disse.

Este é o segundo caso de gêmeos siameses atendidos pela Santa Casa, que tem uma equipe técnica experiente para casos dessa natureza. A gerente de Enfermagem de Neonatologia, Rosana Nunes, recebeu as crianças e disse que elas estão sendo bem atendidas. “Estamos tendo todo o cuidado para resguardar os bebês, com todo o tratamento e respeito que eles merecem. Seguimos os princípios da Santa Casa, que é de acolher e receber com humanização, e é isso que estamos fazendo”, concluiu.

 

Texto:
Dani Filgueiras - Secom
Fone: 81185849 / 81185849
Email: danifilgueiras@agenciapara.com.br

Secretaria de Estado de Comunicação
Travessa Apinagés, nº 270, entre Rua dos Tamois e Mundurucus Bairro de Batista Campos CEP: 66033-170
Fone: (91) 3202-0901
Site: www.agenciapara.com.br Email: gabinete@secom.pa.gov.br
Enviar essa notícia por e-mail.
Seu Nome
Seu E-Mail
Enviar para
E-Mail
  Para mais de uma e-mail, separe-os por ","
Comentário
 
Governo e Entidades
Portal do Governo
SGN.NET   Webmail Agência  Webmail Secom   Governo do Estado do Pará - 2010 © Todos os direitos reservados - W3C CSS / XHTML